Buscar
  • Double Doces

Chocolate: vilão ou mocinho?

Conheça as propriedades do chocolate e veja se o alimento mais amado por nove entre dez mulheres realmente deve ou não ser consumido.


Foto: Notícias ao Minuto

Quem nunca matou a ansiedade com um belo pedaço de chocolate que atire o primeiro tablete! O chocolate é um daqueles primeiros alimentos que pensamos em devorar quando dá aquela crise de estresse e uma vontade louca de comer um doce. Mas será que isso faz sentido? O chocolate realmente alivia a ansiedade?


A verdade é que qualquer prato bastante calórico aparenta ter efeito, quando a sensação é de ansiedade. Contudo, é o chocolate quem mais exerce o papel de alimento calmante, e os benefícios não estão no açúcar, mas sim, no cacau. O doce ajuda a melhorar sintomas como cansaço, falta de ânimo e tristeza, pois, ao consumir chocolate, o nosso organismo libera serotonina, que é o hormônio responsável pelo bem-estar. Além disso, por conter feniletilamina, que é precursora da serotonina, o alimento aciona áreas do cérebro relacionadas ao prazer.


E as vantagens desse alimento dos deuses não ficam somente na melhoria do humor. Nos últimos anos, uma  quantidade expressiva  de trabalhos científicos tem demonstrado efeitos positivos do chocolate sobre nosso sistema cardiovascular. Os efeitos mais nobres do chocolate estão relacionados à sua considerável oferta de flavonoides, substâncias fartamente encontradas em alguns vegetais e que promovem o bom funcionamento dos nossos vasos sanguíneos. Essas substâncias são as mesmas que fazem a boa fama dos chás verde e preto, e da casca das frutas vermelhas. Entretanto, o cacau apresenta uma concentração especialmente generosa do tipo flavonol (epicatequina, catequina e procianidinas), que, ultimamente, tem sido apontado como um dos tipos que mais têm efeito na nossa saúde vascular.


Oba! Quer dizer, então,  que está liberado o consumo desenfreado do chocolate? Hum, infelizmente não. Afinal, tudo que é em exagero faz mal, não é mesmo?


Foto: Cadeg

De olho na quantidade

Segundo médicos e nutricionistas, um pedaço de chocolate, com cerca de 30g por dia, é a quantidade ideal para afastar o estresse e saciar a vontade de comer doce. Então, de nada adianta comer uma barra inteira só porque o produto acalma.


E o chocolate mais indicado é o amargo, já que possui alto teor de cacau. Os chocolates com mais de 70% de cacau são os mais benéficos em situações de ansiedade. Já nas outras versões, o doce possui muito açúcar e gordura trans, o que só agrava ainda mais os sintomas e a vontade por doces, formando um verdadeiro ciclo vicioso.


Outra recomendação é que, para evitar o excesso de gordura do chocolate, o ideal é avaliar as composições químicas antes de comprar um tablete ou bombom. Olhe sempre nos rótulos e veja a quantidade de calorias e gorduras que contém no chocolate e, a partir de então, escolha o que tiver a menor dosagem.


Outros benefícios do chocolate

Outro ponto que faz muita gente ter medo de comer chocolate é o mito de que ele traz problemas para a pele. Mas, se você pensa assim, prepare-se, pois trazemos uma boa notícia.

Todo alimento gorduroso consumido em excesso pode causar acne e deixar a pele mais oleosa, mas o chocolate, se consumido de forma moderada, oferece mais benefícios do que desvantagens para a sua saúde.


É o que explica a doutora Áurea Lopes, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “De maneira geral, o consumo do chocolate traz muitos benefícios para a saúde. Ele contém altas doses de triptofano, que produz uma sensação de bem-estar e felicidade. Além disso, é rico em antioxidantes e possui ação umectante, sendo eficaz para amaciar a pele e também o cabelo.”


Além de fazer bem quando consumido com moderação, o chocolate também é um excelente ingrediente para se passar na pele e nos cabelos. É isso mesmo! Você pode fazer máscaras de chocolate… hum, dá até água na boca!


Os benefícios do chocolate para a pele, quando se faz um banho de chocolate, são uma hidratação profunda da pele que a torna mais macia e luminosa, pois a massa gordurosa do cacau vai formar uma camada protetora que impede a saída da umidade.


Foto: Fortune

Já para os cabelos, os benefícios do chocolate estão relacionados com a aplicação de mousse de chocolate que combate os fios de cabelo quebradiços e desvitalizados, que aparecem por causa do uso frequente de químicos.


Bom, com todos esses benefícios, se você ainda tem dúvida se pode ou não correr na cozinha para pegar aquele pedacinho de chocolate, vamos com um último argumento. Segundo estudos, ao comer uma porção diária de chocolate amargo, há uma melhora no fluxo sanguíneo para o cérebro, melhorando a fluência verbal e a função cognitiva. Ou seja, ele o deixa também mais inteligente!


Acho que com todos esses argumentos, provamos que o chocolate está mais para mocinho do que vilão, e que ele só vai mudar de lado na escala de heróis, se você abusar da quantidade, certo? Portanto, aproveite e delicie-se!


Fonte: Renata Spallicci


  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

© 2018 por Double Doces.

Amor pela confeitaria!

Todos os direitos reservados.